Monitor da Violência: Bahia é o estado brasileiro com maior nº de assassinatos nos primeiros nove meses do ano

A Bahia é o estado brasileiro com o maior número de assassinatos nos nove primeiros meses deste ano, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (19), pelo Monitor da Violência.

O Monitor da Violência é uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

De janeiro a setembro deste ano, a Bahia contabilizou 3.832 mortes violentas. Atrás da Bahia na lista, estão os estados do Ceará (3.046), Pernambuco (2.832) e Rio de Janeiro (2.719).

Com relação à taxa por 100 mil habitantes, a Bahia ocupa a a sexta colocação no país, com índice de 25,8. à frente da Bahia estão Ceará (33,4), Pernambuco (29,6), Rio Grande do Norte (28.3), Alagoas (26,7) e Sergipe (26,2).

Comparado ao ano anterior, a Bahia teve um aumento de 81 assassinatos nos nove primeiros meses de 2020. Em 2019, foram 3.751 casos, o que significa uma alta de 2,2%.

Entre os 26 estados e Distrito Federal analisados no Monitor da Violência, 11 deles tiveram queda no número de assassinatos entre 2019 e 2020, enquanto Santa Catarina ficou estável. Entre os que tiveram alta de casos, a Bahia teve o segundo menor índice. Apenas o Amapá teve uma taxa menor no aumento de casos (1%). A maior alta foi o Ceará, que em 2019 teve 1.654 casos, e neste ano foi para 3.046.

Dados nacionais

O Brasil teve uma alta de 4% nos assassinatos nos primeiros nove meses deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

No período, foram registradas 32.298 mortes violentas, contra 31.022 no mesmo período do ano passado. Ou seja, 1.276 mortes a mais.

O aumento de mortes acontece mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, que fez com que estados adotassem diversas medidas de isolamento social em grande parte do ano. Ou seja, houve alta na violência mesmo com menos pessoas nas ruas.

Veja a comparação de mortes mês a mês entre 2019 e 2020. — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

Veja a comparação de mortes mês a mês entre 2019 e 2020. — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

O Nordeste, que havia puxado a queda dos últimos anos, foi o responsável por puxar a alta nos primeiros nove meses de 2020. É a única região com aumento nos assassinatos. Os assassinatos na região cresceram 19% nos nove meses deste ano. Nas outras regiões (Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste), o número de crimes violentos foi menor na comparação com o ano passado.

Os dados apontam que:

  • houve 1.276 mortes a mais nos primeiros nove meses de 2020
  • 16 estados apresentaram alta de assassinatos no período
  • 4 estados tiveram altas superiores a 15%: Espírito Santo, Paraíba, Maranhão e Ceará
  • Ceará, aliás, teve aumento de 84% nas mortes
  • a região Nordeste foi a responsável pela alta no país: 19% de aumento
  • nas outras regiões, o número de mortes caiu

 

País teve alta no número de assassinatos nos primeiros nove meses do ano — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

País teve alta no número de assassinatos nos primeiros nove meses do ano — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

 

*G1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *