‘Creio na liberdade de expressão’, diz Ministro do STF sobre Porta dos Fundos

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou ontem (8) ser a favor da “liberdade de expressão”, após a Justiça do Rio de Janeiro determinar a retirada do Especial de Natal do Porta dos Fundos do ar. O vídeo é considerado polêmico por retratar Jesus como homossexual.
“Os ares são democráticos. Creio na liberdade de expressão”, disse o ministro ao jornal Metrópoles. Questionado sobre se a decisão pode ser caracterizada como censura, Marco Aurélio se limitou a dizer: “Eis o ditado popular: ‘cada cabeça, uma sentença’”. (M1)