Regina Duarte terá que administrar rombo milionário na Cinemateca, diz coluna

A ex-secretária de Cultura do governo de Jair Bolsonaro Regina Duarte terá de lidar com as contas negativas da Cinemateca, que será comandada por ela. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

Segundo a Associação Roquette Pinto (Acerp), que gere a instituição, a Cinemateca causou um “prejuízo financeiro da ordem de R$ 5,5 milhões nas contas da instituição no ano de 2019”.

Ainda de acordo com o balanço da associação, o custo anual das operações mínimas varia entre R$ 12 milhões e R$ 13 milhões e que, no ano passado, deveria ser paga integralmente pelo governo.

*M1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *