Coaf: relatório aponta pagamento de Wassef a médico que atendeu Fabrício Queiroz

Um relatório do Conselho do Controle de Atividades Financeiras (Coaf) aponta que o advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, fez um pagamento de R$ 10,2 mil para o urologista Wladimir Alfer, o primeiro médico a atender o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, quando ele realizou uma série de exames para o tratamento de um câncer no intestino. Em entrevistas recentes, Wassef negou ter oferecido ajuda financeira a Queiroz. As informações são do O Globo.

No documento, o Coaf aponta o pagamento entre os débitos da conta corrente com titularidade de Frederick Wassef e à vista, mas não identifica a data.

Procurado pela reportagem, Frederick Wassef não retornou. O advogado Paulo Emílio Catta Preta disse que só iria comentar depois de ter acesso ao relatório, o que ainda não ocorreu.

*M1