Flordelis presidiu culto dias após denúncia por homicídio

A pastora Flordelis, acusada pelo assassinato do marido, Anderson do Carmo, participou de celebração no último domingo (6) na sede do Ministério Cidade do Fogo, no bairro do Mutondo, em São Gonçalo, cidade na região metropolitana do Rio. A informação foi confirmada à CNN por vizinhos e ex-frequentadores da igreja.

O culto foi realizado treze dias depois da denúncia do Ministério Público e do pedido de prisão da deputada, que acabou negado pela Justiça por imunidade parlamentar.

É tradição nas igrejas evangélicas a celebração do culto de Santa Ceia no primeiro domingo do mês. Fontes confirmaram que ela pregou e cantou na celebração. A igreja tinha dezenas de fiéis. Desde o homicídio, o número de frequentadores vem caindo e os templos, fechando.

Eram seis igrejas. A primeira a fechar foi em Niterói, uma semana após a morte do pastor, em junho de 2019. Atualmente, dois templos estão abertos, um deles é a sede em São Gonçalo. O espaço tem capacidade para mais de mil pessoas, um amplo estacionamento e até piscina. As placas de divulgação do ministério, que antes ficavam na fachada, foram arrancadas.

Nesta terça, Flordelis foi notificada pela Câmara dos Deputados para responder ao processo que julgará seu mandato. O delegado Allan Duarte, da Delegacia de Homicídios de Niterói, afirmou à CNN que fará um novo pedido de prisão caso Flordelis tenha o mandato cassado.

*CNN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *