Bolsonaro a estados e municípios: ‘Se fecharem de novo, governo não tem como socorrer’

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (4) que, caso estados e municípios optem por um novo fechamento de comércio e estabelecimentos em razão da segunda onda da pandemia do coronavírus, o governo não terá mais como socorrê-los com o pagamento do auxílio emergencial.

“Os números agora apontam que o Brasil está voltando à normalidade. Mas não podemos fechar de novo tudo. Se fechar, o governo não tem mais como socorrer a esses necessitados [beneficiados pelo auxílio emergencial]. Ultrapassamos a nossa capacidade de endividar”, disse o presidente em uma live.

Para Bolsonaro, o “fica em casa e economia vem depois” não deu certo.

Fonte: Metro1