Mulher recebe comentário abusivo em comanda de restaurante e se revolta: ‘moça do peitão’

Uma mulher usou as redes sociais para divulgar uma cena de constrangimento pela qual passou dentro de um restaurante conceituado de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Segundo Patrícia Melo, 42 anos, os funcionários a constrangeram com palavras obscenas registradas em sua comanda.  O caso aconteceu no último dia 10 e repercutiu nas redes sociais, após a mulher postar toda sua revolta. Ela afirma que ficou surpresa ao ver que estava sendo identificada pelos atendentes como a “moça do peitão”.

Patrícia relata que só percebeu o assédio na hora de pagar a conta. Nos itens consumidos por ela, destacados na comanda, também veio a descrição feita pelos funcionários. “Na hora eu fiquei tão sem ação que o primeiro momento foi de me esconder ou calar. Acabei de sair de uma depressão pois perdi meu filho. Aí, sai de casa para ser hostilizada”.

Ainda de acordo com Patrícia, o gerente do estabelecimento foi questionado sobre o fato e teria respondido que é comum os clientes serem descritos por funcionários por suas características físicas, mas não de uma forma abusiva. A ofensa ganhou repercussão judicial. Patrícia prestou queixa na Delegacia do Consumidor e entrou com uma ação por danos morais.

Em uma rede social, ela convocou mulheres que sofrem esse tipo de assédio para divulgar casos semelhantes. “Você não têm que se calar. O desrespeito bate a nossa porta! Não brinque. Nem ache engraçado. Podia ser com você”, disse.

Fonte: Aratu On