Brasil ultrapassa 300 mil mortes por Covid-19

No momento em que o Brasil enfrenta um dos piores cenários da pandemia da Covid-19, com diversos estados relatando colapso no sistema de saúde, o país atingiu os 300 mil mortos pela doença. Levantamento da Agência CNN com as secretarias estaduais de Saúde mostra que, até o momento, 300.018 mortes foram registradas.

Há pouco mais de um ano, em março de 2020, São Paulo registrava a primeira morte do país. Em abril, o número superior a mil óbitos era registrado em todo território. Os primeiros 100 mil foram apontados em agosto de 2020 e os 200 mil em janeiro deste ano.

Em relação ao número de casos, há 12.191.346 pessoas com o diagnóstico confirmado de coronavírus.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, em números acumulados, o Brasil é o segundo país no ranking de óbitos e de casos, atrás apenas dos Estados Unidos. Os Estados Unidos registram, de acordo com a plataforma de monitoramento da universidade, 543.849 mortes e 29.923.370 casos da doença.

São Paulo é o estado brasileiro com a maior concentração de mortes e de casos, com 68.904 e 12.191.346, respectivamente. Minas Gerais vem na sequência, com 1.053.994 casos e 22.497 mortes.

Vacinação

Até o início da manhã desta quarta-feira (24), pelo menos 17.200.652 doses da vacina contra a Covid-19 foram aplicadas no Brasil. Destas, 12.868.844 referem-se às primeiras doses aplicadas e 4.331.808 às segundas.

O número de doses aplicadas no Brasil corresponde a 6,08% da população vacina com a primeira dose e 2,05% com a segunda. No entanto, apenas 8,04% e 2,71% da população adulta, maior de 18 anos, recebeu a D1 e a D2, respectivamente.

Fonte: Agência Brasil