Mulher de prefeito investigado pela PF gastou R$ 1,5 mi em loja

Mulher de prefeito investigado pela PF gastou R$ 1,5 mi em loja

A esposa do prefeito de Guarujá, no litoral de São Paulo, Válter Suman (PSDB), investigado em possível esquema de desvio de dinheiro público, já gastou 1,5 milhão em uma única loja de grife.

Imagens obtidas pela Polícia Federal, divulgadas em reportagem da TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, mostram conversas entre o prefeito e sua esposa Edna Suman. “Evite fazer compras desse valores! Nossos cartões de crédito estão sendo monitorados”, disse Válter em uma delas.

De acordo com a investigação, o casal também teria gastado mais de R$ 1 milhão em duas lojas de joias, além de ter comprado dois apartamentos em Campos do Jordão, com custo aproximado de R$ 700 mil. Os imóveis estão no nome dos filhos e, em um deles, foram gastos R$ 300 mil em reformas.

Válter Suman teve uso de monitoração eletrônica decretado pela Justiça Federal, assim como outros investigados na 2ª fase da Operação Nácar. Ele já não ocupa mais o cargo na administração municipal.

Investigações

De acordo com a Polícia Federal, existem, ao menos, duas organizações criminosas, que atuavam e ainda atuam na prefeitura de Guarujá, desviando recursos públicos por meio de fraudes em contratações públicas e lavagem de dinheiro. Suman e sua esposa são investigados pela participação em um dos grupos mencionados.

*Metrópoles