Ministro das Comunicações do governo Lula usou R$565 mil do fundão eleitoral de forma irregular, diz MPE

Foto: reprodução

O Ministério Público Eleitoral do Maranhão apontou que o  atual ministro das Comunicações, Juscelino Filho (União-MA), usou R$ 565 mil do fundo eleitoral de forma irregular, segundo informações do O Antagonista.

Na época Filho era candidato a deputado federal. Uma manifestação do procurador regional eleitoral Hilton de Melo, em dezembro de 2022, indicou que R$ 385 mil são referentes à contratação de despesas com uma empresa de táxi-aéreo de São Paulo e o custeio de locação de veículos e R$ 180 mil são relacionados ao pagamento de despesas contraídas após as eleições.

O Ministério Público Eleitoral questiona o então candidato por não ter apresentado à Justiça Eleitoral a vinculação, “formal ou informal, de cada passageiro ou passageira com a campanha eleitoral do candidato”, em se tratando da contratação de serviços de táxi-aéreo.

Manifestacao_MPF 574x353
Imagem: reprodução

Em relação a locação de automóveis, a campanha do hoje ministro teria infringido a legislação eleitoral ao não apresentar justificativa ou comparações do que foi gasto com aluguel de veículos em relação ao que se pratica no mercado. A defesa do ministro nega que tenha havido qualquer ilegalidade.

Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícias.

 



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia