FGTS de R$1.045 será liberado no próximo mês; veja quem recebe

A partir do dia 15 de junho, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial estará autorizado, e milhões de pessoas poderão sacar o valor de R$ 1.045. O valor será liberado pela Caixa Econômica Federal.  Esse valor pode ser sacado tanto das contas ativas quanto das inativas, porém é preciso saber que os valores não são cumulativos. Nos anos anteriores, podia-se acumular mais de um benefício, mas agora não é mais possível, mesmo que a pessoa tenha mais de uma conta.

Como citado, os saques vão começar no dia 15 do próximo mês e seguirão até o dia 31 de dezembro de 2020. Eles podem ser realizados em qualquer agência bancária da Caixa, lotéricas ou caixas eletrônicos. De acordo com o governo, serão aplicados R$ 36 bilhões na economia brasileira. A medida tem o intuito de reduzir os impactos econômicos trazidos pela pandemia de coronavírus.

Quem tem direito ao saque do FGTS?

Todos os trabalhadores que tenham conta no FGTS, seja ativa ou inativa. O valor do benefício é de R$ 1045 e é equivalente ao salário mínimo vigente este ano.

A Caixa Econômica Federal ainda não liberou o calendário oficial dos saques, mas de acordo com anos anteriores, é possível que seja feito levando em consideração a data de aniversário dos beneficiários.  A instituição ainda informou que a demora na determinação do calendário se dá por conta dos demais benefícios que tem sido pagos nas últimas semanas.

O banco tem efetuado o pagamento do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família e também para trabalhadores informais, desempregados e MEIs.  A nova onda de pagamentos do auxílio de R$600 começou essa semana, e por isso, tem sido difícil liberar outros pagamentos para não coincidirem as datas. A intenção é reduzir as chances de filas e aglomerações, que já tem acontecido nas agências da Caixa.

Para mais informações sobre o saldo do FGTS, baixe o aplicativo FGTS Caixa ou ligue para o número do banco: 0800 724 2019.