Justiça autoriza mais duas parcelas do auxílio emergencial no Amapá

A população carente do Amapá, estado que está sofrendo com o apagão de energia há mais de 10 dias, vai receber mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$600. Isso, enquanto o governo ainda não define o futuro do programa ou a criação do Renda Brasil.

Esse direito foi conseguido por meio da Justiça, no qual o juiz federal da 2ª vara João Bosco Costa Soares da Silva, acatou uma ação popular protocolada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que solicitava uma “indenização emergencial”.

O senador declarou que “É uma vitória da sociedade amapaense esse primeiro passo concreto que damos por reparação, faz justiça a quem teve tantos prejuízos”.

Em sua decisão, o juiz determinou que a “União viabilize, no prazo improrrogável de 10 dias, o pagamento de auxílio emergencial por (02) dois meses, no valor mensal de R$ 600,00 (seiscentos reais) especificamente às famílias carentes residentes nos 13 municípios atingidos pelo referido “apagão”“.

De acordo com o magistrado, o prazo de 10 dias é para que a Caixa Econômica Federal realize o pagamento para esses beneficiários.

O estado está sem abastecimento de energia desde terça-feira (3), após um incêndio na única subestação do estado, que faz a distribuição de energia.

A Companhia Elétrica do Amapá (CEA), decidiu organizar horários específicos de geração de energia para os 16 municípios do estado, por conta da dificuldade de fazer com que o sistema consiga distribuir o volume de eletricidade necessário para atender o estado inteiro.

De acordo com os moradores, esse revezamento não está sendo respeitado e com isso eles ficam sem energia.

O que desperta dificuldades para armazenar os alimentos e enfrentar o forte calor da região.

Algumas residências fizeram a entrada da casa de quarto de dormir, sendo essenciais os repelentes e velas para afastar os mosquitos borrachudos da Amazônia.

Fonte: FDR




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *