Dólar sobe 0,6% em dia de feriado em São Paulo

A street hawker counts dollar bills in a street of Caracas on November 19, 2019. – Venezuela’s President Nicolas Maduro has been forced to loosen exchange controls and the prevailing prices during the 20 years of Chavism, due to lack of liquidity, collapse of the oil production and US sanctions. (Photo by Federico PARRA / AFP)

Em um dia de negociações em horário reduzido por causa do feriado em São Paulo, o dólar teve valorização moderada, seguindo o mercado externo. O dólar comercial encerrou a segunda-feira (25) vendido a R$ 5,509, com alta de R$ 0,03 (+0,6%).

A moeda norte-americana foi negociada em horário reduzido, das 10h30 às 11h30. No mercado internacional, o dólar também subiu ante as principais moedas. Com atrasos na vacinação em vários países e a perspectiva de lentidão no novo pacote de estímulos nos Estados Unidos, houve um movimento global de aversão ao risco.

Nesta segunda, o líder da maioria democrata no Senado norte-americano, Chuck Schumer, disse que o pacote de estímulos avaliado em US$ 1,9 trilhão pode levar até seis semanas para ser aprovado pelo Congresso. Outro fator que contribuiu para o nervosismo no mercado foi a alta da inflação nos Estados Unidos, que aumenta as pressões para que o Federal Reserve (Banco Central norte-americano) antecipe o aumento de juros da maior economia do planeta.

A bolsa de valores de São Paulo não funcionou hoje, dia em que o município completou 467 anos. Na última sexta-feira (22), o índice Ibovespa tinha caído 0,8% e recuado para 117.380 pontos.

Fonte: Agência Brasil