Brasil tem 29 fábricas de veículos paradas; setor vive crise sem precedentes

Foto : Sergio Figueiredo/Divulgação

Uma crise considerada “sem precedentes” no fornecimento de componentes, aliada à queda da demanda no mercado interno com o agravamento da pandemia, levou à paralisação total ou parcial de 13 das 23 montadoras de automóveis no Brasil. São 29 fábricas paradas, de um total de 58.

Com a parada de produção, especialistas no setor automotivo estimam que até 300 mil veículos podem deixar de ser produzidos esse ano. E entre 60% e 70% dos cerca de 105 mil empregados diretos do setor estão em casa nesse momento.

A paralisação temporária de parte da indústria piora a perspectiva para o desempenho da economia brasileira em 2021 nos indicadores como o PIB e inflação.

Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, e publicados no portal G1.

 

M1