Descubra se foi aprovado no Auxílio Emergencial 2021

O auxílio emergencial de 2021 deve contemplar os beneficiários que receberam o dinheiro no ano passado. Desse modo, para saber se está incluído na nova rodada, o cidadão pode fazer uma consulta pela internet. Há ainda uma consulta específica para integrantes do Bolsa Família. Confira então, como saber se foi aprovado no auxílio emergencial deste ano.

O novo auxílio deve beneficiar mais de 45 milhões de pessoas e está limitado a uma pessoa por grupo familiar.

É possível saber se foi aprovado no auxílio emergencial em consulta na internet

Para saber se foi aprovado no auxílio emergencial de 2021, o cidadão que recebeu o benefício no ano passado pode fazer uma consulta pela internet. O público em geral pode verificar se está incluído na nova rodada ao acessar o Portal de Consultas da Dataprev. Já os beneficiários do Bolsa Família devem receber a informação de que foram ou não aprovados no seu extrato de pagamento do programa.

Então, confira como verificar se foi aprovado no auxílio emergencial nesses dois casos.

Como consultar o auxílio emergencial 2021 no Dataprev

Para o recebimento do auxílio emergencial deste ano, serão analisadas as pessoas que receberam o benefício em 2020. Dessa forma, o Dataprev está atuando junto ao Ministério da Cidadania para esta seleção. A empresa informou que a consulta sobre a aprovação do benefício deve ser liberada em 1º de abril, quando o primeiro processamento de dados dos novos beneficiários já estará finalizado.

Desse modo, para consultar o cidadão deve primeiro acessar o Portal de Consultas da Dataprev. Depois disso, a orientação é preencher os campos solicitados com as seguintes informações: número de CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Por fim, basta clicar em “Enviar” para verificar se foi aprovado no auxílio emergencial deste ano.

Nota-se ainda que ao entrar no site nesta quarta-feira (31) há a informação que o site está em processo de mudança. “Em breve você poderá consultar os resultados do auxílio emergencial 2021” diz o recado.

Como consultar o auxílio emergencial 2021 para quem é do Bolsa Família

Como visto, os integrantes devem receber uma mensagem em seu extrato do programa indicando a inclusão ou não na nova rodada. Esse público deve receber o benefício de maior valor, seja do próprio programa ou do auxílio emergencial.

Sendo assim, para consultar o Bolsa Família, os contemplados por esse programa podem acessar o sistema Consulta Pública Bolsa Família, da Caixa Econômica Federal. Ao entrar no site, o usuário pode escolher a opção de “Consulta benefícios por família”. Em seguida, a orientação é digitar Número de Identificação Social (NIS) do Responsável Familiar, ao passo que o nome dessa pessoa aparecerá de modo automático. Por fim, basta clicar em “Consultar” para verificar a situação do benefício.

Quem tem direito ao auxílio emergencial 2021?

Para ter ser aprovado no auxílio emergencial deste ano é preciso ter recebido o benefício no ano passado e se enquadrar nos demais critérios da nova rodada do benefício.
Em relação a renda, é preciso ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo por mês, ou seja, R$ 550. Já a renda familiar total não deve ser maior do que três salários mínimos por mês, ou seja, R$ 3.300.

Pessoas que adquiram emprego de carteira assinada não podem receber o benefício. Assim como aqueles que receberam o auxílio no ano passado e tiveram o pagamento cancelado.

Outra regra para receber é ter 18 anos de idade ou mais, com exceção de mães adolescentes. Ao passo que estagiário, residente médico ou residente multiprofissional e beneficiário de bolsa de estudo também não recebem o benefício de 2021.

Quando começa o pagamento?

O pagamento do auxílio emergencial 2021 terá início no dia 06 de abril com o pagamento da primeira parcela para os nascidos em janeiro e de fora do Bolsa Família. Essa primeira parte é paga até o fim do mês de abril.

A segunda parcela será depositada entre os dias 16 de maio e 16 de junho. Enquanto a terceira parcela do benefício será depositada em conta digital de 20 de junho a 21 de julho. E por fim, a quarta parcela deve ser paga entre os dias 27 de julho e 22 de agosto.

O pagamento é feito por meio de depósito em poupança social digital que pode ser acessada pelo aplicativo Caixa Tem. E há datas previstas para a liberação para saques e transferências das quatro parcelas.

Ademais, os integrantes do Bolsa Família vão receber o dinheiro de acordo com o calendário regular do programa. Desse modo, o pagamento é feito nos dez últimos dias úteis de cada mês, e os cidadãos são divididos de acordo com o final do número do NIS, sem considerar o dígito de verificação que vem após o traço.

O valor médio do benefício para quem foi aprovado no auxílio emergencial é de R$ 250. Ao passo que, mulheres chefe de família recebem parcelas de R$ 375 e pessoas que moram sozinhas pegam parcelas no valor de R$ 150.

*DCI