Professora santoantoniense,  Elizabete Serafim de Melo, lança livro sobre a Competência Criativa, pela editora Appris.

Professora santoantoniense,  Elizabete Serafim de Melo, lança livro sobre a Competência Criativa, pela editora Appris.

Professora santoantoniense,  Elizabete Serafim de Melo, lança livro intitulado “Nas asas da criatividade”, pela editora Appris.

São 67 páginas que apresentam as transformações ocorridas no âmbito educacional, trazendo uma abordagem a respeito da Competência Criativa na docência no processo de ensino e aprendizagem. A autora traça um discurso mostrando que a Competência Criativa contribui efetivamente para a aquisição do conhecimento mas que para isso é necessário que ela seja trabalhada desde a formação inicial dos professores.

O livro pode ser adquirido no site da editora Apris https://www.editoraappris.com.br/busca?s=nas+asas+da+criatividade

Elizabete é  licenciada em Letras com Língua Espanhola e Literatura, pós-graduada em Metodologia do Ensino, pós-graduanda em Pedagogia, graduanda em Artes e integrante da CPA (Comunidade Professor Autor),  elaboradora de itens e autora de dois artigos publicados. Agora, aborda sobre a Competência Criativa, preconizada como uma das habilidades socioemocionais da BNCC em seu livro:

 

Confira abaixo a sinopse do livro:

O livro Nas asas da Criatividade apresenta novos e criativos olhares, e temos presenciado ao longo dos anos, e nessa perspectiva, com mudanças significativas em todo os seguimentos da sociedade, em pleno século XXI, tais transformações ocorrem também no âmbito educacional e, consequentemente, afetam o ensino em todas as áreas do conhecimento, que passam a exigir, além das especificidades do docente, como proficiências específicas, o uso de múltiplas competências, entre elas a Competência Criativa (CC). Com o intuito de discutir esse tema, bem como descortinar práticas da CC, torna-se necessário esse olhar que discute sobre o fazer criativo como reinventividade, sobretudo observando situações reais de práticas docentes no tocante às ferramentas criativas como competência e habilidades, regadas por questionamentos reflexivos, tais como: quais os entraves no tocante ao processo de ensino/aprendizagem fundamentados na competência criativa? Assim, resultando dessa abordagem, é demonstrado que a CC pode contribuir efetivamente para a aquisição do conhecimento, mas que para isso é necessário que ela seja trabalhada desde a formação inicial dos professores, ou na falha desta, poderá ser aprendida, em uma busca incessante pela identificação e tratamento de comportamentos “normóticos”, que por vezes não são percebidos por muitos que desconhecem essa “anomalia”.

Para mais informações entrar em contato através do número: 75 98121 6900