Peru: 13 pessoas morrem após polícia intervir em festa clandestina

Pelo menos 13 pessoas morreram esmagadas ou asfixiadas na noite de ontem (22) enquanto tentavam fugir de uma boate em Lima, no Peru, depois de uma intervenção policial. Ao menos seis dos presentes ficaram feridos, incluindo três policiais, enquanto cerca de 120 pessoas tentaram escapar do clube. A informação é da agência Reuters.

Segundo autoridades, a abertura da boate Thomas Restobar desrespeitava as medidas de isolamento social impostas no país para combater a pandemia de Covid-19. Por isso, a polícia foi acionada para dispersar a aglomeração. Um comunicado do Ministério do Interior afirmou que os participantes da festa ficaram presos ao tentar sair pela única porta do local. Pelo menos 23 pessoas que estavam na festa foram presas pela polícia.

O fechamento de boates e bares foi determinado em março no Peru para combater a disseminação do coronavírus. Em 12 de agosto, também foram proibidas reuniões de família. Um toque de recolher aos domingos está em vigor.

Metro1