Funcionária se demite por alto-falante e denuncia racismo e assédio

 

Funcionária de uma rede de supermercados nos EUA, a jovem Shana Quiapo decidiu se demitir de uma forma inusitada e corajosa. Ela trabalhava numa das lojas de Lubbock, no estado do Texas, e usou o alto-falante do local para anunciar seu afastamento e denunciar casos de racismo e assédio de outros funcionários. O vídeo da situação foi postado no Tik Tok e, até esta quarta-feira (4), já tinha mais de 20 milhões de visualizações na plataforma.

“Aqui está o meu vídeo largando o meu emprego tóxico, racista e sexista”, escreveu Shana na legenda.

Já no microfone, ela afirmou: “Atenção, clientes, funcionários e gerentes. Meu nome é Shana, do estoque. Eu só queria vir aqui e dizer que Henry é um racista nojento. Giovanna é uma racista. Lia é uma gerente babaca. Essa empresa demite funcionários negros sem motivo. Essa empresa trata os funcionários como merda, principalmente os do estoque”.

Além dos relatos sobre racismo, Shana afirmou que outros funcionários estariam protagonizando casos de assédios sexual. “Jimmy da sessão de esportes, Joseph do caixa, Larry do setor de jardinagem, vocês são pervertidos. Eu espero que vocês não falem com as suas filhas do jeito que vocês falam comigo”, anunciou.

No fim, ela terminou xingando os gerentes da loja e anunciando sua demissão. Em um vídeo seguinte, ela mostra a reação de alguns clientes e outros funcionários ouvindo seu relato.