Aos 87 anos, morre ex-apresentador da CNN Larry King após complicações da Covid-19

(Foto: Reprodução / Instagram)

O jornalista americano Larry King, de 87 anos, morreu na manhã deste sábado (23). O ex-apresentador da CNN estava internado desde o começo do mês em um hospital em Los Angeles após contrair Covid-19.

Em seu perfil oficial nas redes sociais, foi divulgado um comunicado confirmando o falecimento.

Leia abaixo o pronunciamento oficial:

“Com profunda tristeza, Ora Media anuncia a morte de nosso co-fundador, anfitrião e amigo Larry King, que faleceu esta manhã aos 87 anos no Cedars-Sinai Medical Center em Los Angeles.

Há 63 anos e em todas as plataformas de rádio, televisão e digital mídia, os muitos milhares de entrevistas de Larry, prêmios e aclamação é um testemunho de seu talento único e duradouro como um locutor de rádio. Além disso, embora fosse seu nome aparecendo no títulos dos programas, Larry sempre viu seus entrevistados como verdadeiras estrelas de seus programas, e ele mesmo como um canal imparcial entre o convidado e o público. Se ele estava entrevistando um Presidente dos EUA, líder estrangeiro, celebridade, personagem cheio de escândalos, ou um homem comum, Larry gostava de fazer perguntas curtas, diretas e descomplicadas. Ele acreditava que perguntas concisas geralmente forneciam as melhores respostas, e ele não estava errado nessa crença.

Entrevistas de Larrys em sua temporada de 25 anos no programa “Larry King Live” da CNN, e seus programas Ora Media “Larry King Now” e “Politicagem com Larry King” são constantemente referenciados pelos meios de comunicação em todo o mundo e permanecem como parte do registro histórico do final do século 20 e início do século 21.

Ora Media envia nossas condolências aos filhos sobreviventes, Larry, Jr., Chance, Cannon e toda a família King.

Os preparativos para o funeral e uma cerimônia fúnebre serão anunciados mais tarde em coordenação com a família King, que pede por privacidade desta vez”.

(Varela News)