Biden volta ao Acordo de Paris e decreta uso obrigatório de máscaras nos EUA

 

Joe Biden toma posse como presidente dos Estados Unidos

Em seu primeiro dia como novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden anula medidas da gestão Donald Trump e começa a imprimir a sua marca no governo do país.

Os três primeiros decretos de Biden foram os seguintes: os EUA voltam a fazer parte do Acordo de Paris, acordo climático global assinado em 2016; a obrigatoriedade do uso de máscaras em propriedades federais; e um terceiro, ainda não detalhado, que trata da igualdade racial.

“Como indiquei antes, nós vamos assinar algumas ordens executivas nos próximos dias e semanas”, disse Biden aos jornalistas presentes. “Não há tempo para perder. Precisamos trabalhar imediatamente”, prosseguiu.

Para Joe Biden, as medidas deste primeiro dia são “pontos de partida”, que compreendem as promessas feitas durante a campanha.

“Penso que algumas das coisas que nós vamos estar fazendo serão corajosas e vitais e não há melhor momento para começar do que hoje”, disse o presidente dos Estados Unidos.

A medida foi comemorada nas redes sociais por Antonio Gutérres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU). “Recebo calorosamente a decisão do presidente Joe Biden para que os Estados Unidos reentrem no Acordo de Paris, o mapa global para lidar com a emergência climática”, disse.

“Com todos os países completamente engajados, nós temos uma chance real de prevenir a catástrofe climática e embarcar na ação climática transformadora”, prosseguiu o dirigente da ONU.

Fonte: CNN