Papa Francisco critica quem viajou no fim do ano para fugir de bloqueios da pandemia

O papa Francisco condenou hoje (3) as pessoas que viajaram durante as férias de fim de ano ao exterior para escapar dos bloqueios impostos em razão da pandemia de Covid-19, e disse que elas precisam ter maior consciência sobre o sofrimento dos outros. O pontífice rezou o Angelus neste domingo novamente da biblioteca do Palácio Apostólico, como medida de restrição por causa da pandemia. Após a bênção semanal, o pontífice afirmou que leu notícias sobre pessoas que pegaram voos para fugir dos bloqueios de governos e buscar diversão em outros lugares.

“Eles não pensaram nos que ficaram em casa, nos problemas econômicos de muitas pessoas que foram duramente atingidas pelos bloqueios, nos doentes. [Pensaram] apenas em sair de férias e se divertir”, disse o papa, de acordo com a agência de notícias Reuters.

“Isso realmente me entristeceu”, ressaltou ele em um discurso em vídeo da biblioteca do Palácio Apostólico do Vaticano.

Metro1