Bilionários dos EUA planejam viagem aos destroços do Titanic com submarino de R$ 100 milhões para ‘provar segurança’

Dupla pensa mergulhar quase 4 km até o local do naufrágio; a viagem ainda não tem data para acontecer.

Larry Conno e Patrick Lahey — Foto: Reprodução

O investidor imobiliário Larry Connor e o cofundador da Triton Submarines, Patrick Lahey, planejam levar um submarino de mais de R$ 100 milhões às profundezas do oceano até os destroços do Titanic. A missão tem como objetivo demonstrar que a indústria de submarinos se tornou mais segura após o naufrágio da embarcação Titan, da OceanGate, que implodiu no fundo do mar no ano passado.

A dupla pretende mergulhar a mais de 3.700 metros de profundidade em um submersível para duas pessoas, diferente da embarcação da OceanGate, que levava até cinco pessoas. A data da viagem ainda não foi definida.

Quero mostrar às pessoas em todo o mundo que, embora o oceano seja extremamente poderoso, ele pode ser maravilhoso e agradável e realmente mudar a vida se você seguir o caminho certo — disse Connor ao Wall Street Journal.

Patrick Lahey, cofundador da Triton Submarines, projetou um submarino avaliado em US$ 20 milhões (cerca de R$ 100 milhões), chamado Triton 4000/2 Abyssal Explorer. Esse submarino é capaz de realizar a viagem até o Titanic diversas vezes, segundo especificações da empresa.

“Durante o mergulho, o design protegido das “asas de gaivota” proporciona uma versatilidade de operação incomparável. Com as asas recolhidas, o submersível tem uma forma aerodinâmica para subida e descida, e é capaz de manobrar em espaços incrivelmente apertados. A posição baixa das luzes e câmeras é ideal para trabalho macro, observação científica ou filmagem próxima”, descreve a Triton Submarines.

Lahey foi um dos críticos que acusaram a OceanGate de adotar padrões de segurança questionáveis, chamando a abordagem da empresa de “bastante predatória”.

Novo submarino que pode levar bilionários ao Titanic — Foto: Reprodução / O GLOBO


Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia