Candidata trans em Salvador relata assédio nas redes sociais: ‘gostei das propostas e da raba’

 

A psicóloga Ariane Senna, 29 anos, é candidata à vereadora em Salvador pelo PSB. Militante do movimento transexual, Ariane criou uma conta de WhatsApp para sua campanha. Contudo, o instrumento de contato com o eleitor acabou se tornando um ambiente onde ela passou a ser assediada sexualmente.

Ariane gravou um vídeo denunciando a situação. Um homem se apresenta dizendo ter visto a passeata de Ariane na véspera. “Que ótimo, gostou das minhas propostas?”, pergunta a candidata. “Gostei. Das propostas e da raba. Que raba. Linda viu, com todo o respeito. rsrs”, vociferou.