“O governador precisa ter coragem para buscar soluções”, diz ACM Neto sobre segurança pública na Bahia

neto

O Programa do Valente desta terça-feira (18), entrevistou o pré-candidato ao governo do Estado, ACM Neto.

Dentre vários assuntos abordados, Neto frisou a importância do investimento na segurança pública da Bahia.

De acordo com ele, a Bahia representa 14% do número de homicídio em todo o país.

“Em 2020 e 2021 teve uma queda de violência no país, menos na Bahia. Tem lugares em Salvador que a polícia não consegue entrar. Em muitas cidades, as delegacias funcionam porque os prefeitos ajudam, tem cidade que só tem um policial para dar conta da sede e da zona rural, isso não é segurança pública”, disse ao radialista Léo Valente.

Assim, para ele, a mudança desse quadro na segurança pública tem que partir do governador do estado.

“Nesses 16 anos, os governadores simplesmente transferiram a responsabilidade. Disseram que é responsabilidade do governo federal, que é uma questão social, mas isso não pode ser desculpa. O governador tem que encarar o problema, ter coragem para buscar a solução”, pontuou.

Solução

Neto critica a fala do secretário de Segurança Pública da Bahia que defendeu a regulamentação do comércio de drogas e afirma que não há outro caminho para reverter a situação da segurança que não seja com investimentos.

“Um absurdo dizer isso. O que precisa mesmo é valorizar as policias, trazer tecnologia, o que há de mais moderno de segurança no Brasil e no mundo. Contudo, eu encaro com maior facilidade, acho que vai ser um dos grandes desafios para o futuro da Bahia”, salientou.

Questionado sobre a segurança em Santo Antônio de Jesus e nas demais cidades do interior, Neto explicou que cabe ao gestor a tomada de decisão;

“Saber onde colocar os recursos do estado. E o governador precisa fazer concursos, aumentar o efetivo, pois a sensação de segurança é com a polícia na rua”, concluiu.