Temer: ‘Se Alckmin for igual a mim, Lula vai ter grande vantagem’

temer

O ex-presidente Michel Temer (MDB) respondeu neste sábado, 9, sobre o que diria a respeito dos comentários de que Alckmin poderia ser para Lula o que Temer foi para Dilma Rousseff.  ‘Se for igual a mim, acho que o Lula vai ter uma grande vantagem’, respondeu o mdedebista.

A declaração foi feita durante a 8ª edição da Brazil Conference, em Boston (EUA), apoiada pelas universidades Harvard e MIT. Realizada anualmente, a conferência tem parceria com o jornal O Estado de S. Paulo.

Em meio a risadas da plateia, o emedebista defendeu seu governo após o impeachment da petista e rechaçou que tenha havido um “golpe”.

“Eu acho que essa história de que o Geraldo Alckmin possa ser igual a mim, por mim, aqui toda a modéstia de lado, se for igual a mim, acho que o Lula vai ter uma grande vantagem”, disse. Internamente, há quem diga no PT que Alckmin pode articular a queda de Lula durante o mandato, mesma manobra pela qual Temer é acusado por petistas.

Durante o evento, Temer aproveitou para fazer críticas ao plano petista de propor a revogação das reformas trabalhista e previdenciária feitas em seu governo.

“Quando vejo dizer que vão revogar a reforma trabalhista, eu digo: muito bem, vão tirar direitos dados pela reforma aos trabalhadores”, afirmou.

O ex-presidente listou pontos que considera como avanços da reforma, como o trabalho intermitente, que “não tinha proteção trabalhista e passou a tê-lo”; a previsão de trabalho remoto com garantias trabalhistas; e a possibilidade de dividir as férias.

*Bahia.Ba