Trump. “Acho que sou o ser humano mais honesto que Deus já criou”

Trump. "Acho que sou o ser humano mais honesto que Deus já criou"

Durante um comício em Selma, na Carolina do Norte, no último sábado, o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez uma afirmação ‘questionável’ – tendo em conta as ‘polêmicas’ em que a sua administração esteve envolvida.

 “Tenho que ser o mais verdadeiro – acho que sou o ser humano mais honesto que Deus já criou”.

Falando acerca das investigações às suas finanças e das tentativas de provar que as eleições de 2020 – que terminaram com a vitória de Joe Biden – não foram ‘limpas’, Trump defendeu-se considerando.

“Sabem, fui investigado [durante] anos e anos, milhões e milhões de páginas de documentos… eles não encontraram nada”.

Depois, afirmou que é “humano mais honesto que Deus já criou”, arrancando gargalhadas aos seus apoiadores presentes no comício. Então, depois, acrescentou: “Talvez…”

Em entrevista ao The Washington Post, Donald Trump disse, na semana passada, que queria juntar-se aos seus apoiantes na marcha até ao Capitólio no dia 6 de janeiro de 2021, mas foi impedido pelos seus seguranças.

“Os Serviços Secretos disseram que eu não podia ir. Teria lá ido num minuto”, afirmou.

Sublinhe-se que, no dia do ataque ao Capitólio, o republicano discursou em Washington, onde reiterou as acusações de que as eleições presidenciais de 2020 foram fraudulentas e instou os seus apoiadores a marcharem até à sede do Congresso, que naquele momento reunia os congressistas para certificar a vitória de Joe Biden.

*NM