Mortes de bebês com suspeita de microcefalia aumentam na Bahia; Santo Antônio de Jesus está na lista

O número de mortes de bebês com suspeita de microcefalia cresceu na Bahia. A Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia) revelou, nesta terça-feira (29), que foram notificados 27 óbitos.

No último boletim, divulgado em 16 de março, foram notificados 24 mortes em decorrências da doença no Estado.

As mortes ocorreram nos seguintes municípios: Alagoinhas (1), Anguera (1), Camaçari (3), Conceição do Jacuípe (1), Cravolândia (1), Crisópolis (1), Monte Santo (1), Barro Preto (1), Campo Formoso (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (6), Tanhaçu (1), Esplanada (1), Feira de Santana (1), Tancredo Neves (1), Santo Antônio de Jesus (1), Simões Filho (1) e Senhor do Bonfim (1).

De acordo com a Sesab, 550 casos foram notificados em 128 municípios baianos, até o dia 26 de março de 2016. Os registros se enquadram no novo protocolo divulgado pelo MS (Ministério da Saúde), que estabelece perímetro cefálico ≤ 31,9cm para bebês do sexo masculino e perímetro cefálico ≤ que 31,5cm para bebês do sexo feminino.

Dos casos suspeitos, 222 foram investigados com a realização de exame de imagem e/ou exame laboratorial, sendo 161 confirmados.

*R7