Abandono: apenas 4 famílias comparecem a Ceia de Natal no Lar dos Idosos em Santo Antônio de Jesus

Abandono: apenas 4 famílias comparecem a Ceia de Natal no Lar dos Idosos em Santo Antônio de Jesus


Viver mais tempo que seria algo bom, tem sido um desafio nos últimos anos. De acordo com o IBGE, de 2012 a 2017 a população idosa superou a marca dos 30,2 milhões. Grande parte desses idosos vivem em asilos, abandonados pelos familiares. E essa realidade não está longe. O Lar dos Idosos de Santo Antônio de Jesus que hoje cuida de 40 idosos passa por essa carência de assistência familiar. Ao radialista Léo Valente, Lígia Andrade que está à frente da instituição há 18 anos relatou que promoveu uma ceia de natal para os idosos, familiares e funcionários, mas apenas quatro famílias estiveram presente, “Foi uma frustração. Os familiares de um idoso vieram de Salvador para participar e foram embora no dia seguinte, esses dão assistência. Muitos aqui não têm família, outros têm, mas infelizmente eles vêm pouco ou quase nunca. Deixam o telefone, quando a gente vai ligar numa necessidade, o número não existe mais”, disse. Vale salientar que a Constituição Federal vigente no Capítulo VII – Da Família, da Criança, do Adolescente, do Jovem e do Idoso, em seu artigo 229 diz que “Os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade”. O artigo 230, também da Carta Magna, salienta sobre o amparo as pessoas idosas, garantindo-lhes o direito à vida, reconhecendo ser “dever da família, da sociedade e do Estado, amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem-estar, garantindo-lhes o direito à vida.”.
O Lar dos Idosos estará realizando uma missa em comemoração aos 51 anos da instituição na próxima segunda-feira (06).