Hospital e Clínica Santo Antônio promove ação sobre o Setembro Amarelo, mês de combate ao suicídio

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo, mês de combate ao suicídio.

Estima-se que cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 01 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens.

De acordo com a Psicóloga Lorenna Andrade do Hospital e Clinica Santo Antônio, o principal objetivo da campanha Setembro Amarelo é a conscientização sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a população a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo. Para o Setembro Amarelo, a melhor forma de se evitar um suicídio é através de diálogos e discussões que abordem o problema.

“Essa é uma questão muito séria que precisa ser debatida e chamar a atenção e ser tradada. Ainda mais neste momento pandêmico que estamos vivendo e em isolamento social”.

O Hospital e Clínica Santo Antônio promove uma agenda de ações ao longo da semana, de 21 à 24 de setembro, para orientar pacientes e acompanhantes a identificar potenciais sintomas.

“Se você conhece alguém ou tem algum parente que esteja sofrendo com depressão, transtornos psicológicos, como bipolaridade, é importante estar atento, escutar essa pessoa e compreender o que ela está sentindo. O importante é não julgar e sim dar apoio. Procure um profissional qualificado que possa oferecer essa escuta para que possamos de fato prevenir o suicídio que é algo muito sério”.