SAJ: Dani Fidelis rebate fala de Andreia Novais e reafirma agressão: ele levantou a camisa e mostrou a arma que estava na cintura

A candidata a vereadora de Santo Antônio de Jesus, Dani Fideles (PSB), reafirmou ao Blog do Valente que foi agredida verbal e fisicamente pela candidata Andréia Novais (PSL) na noite de ontem (25), após uma visita de campanha política na Rua da Linha.  Em entrevista exclusiva, Dani Fideles ressaltou a denúncia de que viu uma arma e que foi ameaçada.

“O filho dela foi até a lateral do meu carro levantou a camisa e mostrou a arma que estava na cintura e disse que acabaria com a minha vida”, pontuou.

Muito nervosa, Dani Fideles continuou seu relato afirmando que entre seus acompanhantes na noite de domingo, estava sua prima, uma adolescente de 14 anos, que presenciou toda a ação e tentou filmar a agressão sendo impedida pelo presidente do PSL, Ideval Kleber e por seu filho.

“Ela tentou filmar e foi encurralada por Ideval e por Iago que ameaçaram quebrar o celular caso o vídeo não fosse apagado. Minha prima tem apenas 14 anos e ficou com muito medo. Após todo o ocorrido fomos a delegacia e prestamos queixa”, relata.

Dani Fidelis disse ter o apoio do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e pontua que agiu de forma limpa e respeitosa em sua condução na campanha política.

“O povo de Santo Antônio sabe da forma que eu abordo. Nunca falei de candidato nenhum, nunca falei nem de A nem de B. Tenho respeito com todos, quando vou pedir um voto eu falo de mim, de Dani Fideleis. Falo do que tenho para oferecer para a população. Infelizmente ontem, no dia da democracia, ocorreu essa situação. Fui agredida física e verbalmente. Não aceito esse tipo de violência. Sei que muita gente viu o que aconteceu e são testemunhas. Não fui para a rede social  para me promover, tenho princípios”, completa.

https://www.instagram.com/tv/CG0SOdInAHD/?utm_source=ig_web_copy_link