SAJ: Homem morto no bairro Amparo passou a usar drogas para fugir da depressão, diz delegado

 

Em entrevista ao repórter Antônio Carlos, o delegado Dr. Adilson Bezerra falou sobre os dois homicídios e o auto de resistência ocorridos em Santo Antônio de Jesus em menos de 24h em Santo Antônio de Jesus.  De acordo com o delegado, o auto de resistência tem relação com o homicídio registrado na noite desta terça-feira (27) no bairro Rádio Clube, pois, Dr. Adilson, a polícia foi cumprir um mandato de prisão do resistente pelo homicídio na noite de ontem. “Ao chegar na residência, lamentavelmente, o autor do crime não aceitou a prisão e ele acabou sendo atingido por um único disparo na perna direita”, explicou o delegado.

Em relação ao homicídio ocorrido no bairro Amparo na madrugada desta quarta-feira (28), o delegado disse que trata-se de uma pessoa que não aceitou a separação em 2014 e caiu em depressão profunda. “Para tentar fugir dessa depressão, lamentavelmente, passou a ser usuário de cocaína, maconha, enfim, nessa tentativa de fuga, ele afundou mais ainda, passou a dever em boca, passou cheque sem fundo e isso acabou sendo a motivação de sua morte”, detalhou.