“Ou fazem justiça ou paramos o Brasil”: Jovens fazem protesto em SAJ e pedem justiça por Mari Ferrer e todas as vítimas de estupro

 

Um grupo de Jovens foram às ruas de Santo Antônio de Jesus, na manhã deste domingo (08), para protestar contra a audiência que absolveu o empresário André de Camargo Aranha da acusação de estupro feita pela blogueira Mariana Ferrer.

De acordo com os organizadores, o objetivo do protesto deste domingo, que se insere no movimento nacional, é denunciar o desrespeito sofrido pela blogueira no julgamento e pedir justiça por ela e por todas as mulheres.

Com cartazes nas mãos e manifestando um grito de ordem: ‘ou fazem justiça, ou paramos o Brasil’, o grupo se reuniu na Praça Renato Machado e seguiram pelo centro da cidade até a Praça Padre Mateus onde participaram de uma roda de conversa, palestras e recitaram poesia.

O caso gerou repercussão também entre autoridades públicas. Nas redes sociais, vários artistas e personalidades se manifestaram, criticando a atuação do advogado de defesa do acusado, do promotor e do juiz no caso. As hashtagas #justicaparamariferrer e #naoexisteestuproculposo ficaram entre as mais compartilhadas nas redes sociais desde a terça-feira (03), quando o site The Intercept Brasil divulgou imagens da audiência.

Na denúncia, a blogueira Mariana Ferrer acusa o empresário André Aranha de tê-la estuprado em dezembro de 2018, em um camarim privado, durante uma festa em um beach club em Jurerê Internacional, em Florianópolis. Ela tinha 21 anos e era virgem.

Durante o processo, o promotor do caso foi transferido para uma outra promotoria e o entendimento do novo promotor foi o de que o empresário não teria como saber que Mariana não estava em condições de dar consentimento à relação sexual, não existindo, assim, o dolo, a intenção de estuprar.

Essa conclusão do promotor está sendo chamada de ‘estupro culposo’.