SAJ: Acusado de matar enteado na Urbis IV tem prisão preventiva decretada e está foragido, afirma delegado

Acusado de matar o enteado Pedro Henrique na Urbis IV, em Santo Antônio de Jesus, Elson Mateus dos Santos, de 37 anos, teve prisão preventiva decretada pela Justiça e está foragido. As informações foram ditas pelo delegado Dr. Adilson Bezerra, em entrevista ao repórter Antônio Carlos. O delegado informou ainda que a polícia já fez várias diligências no intuito de prendê-lo, mas sem sucesso.

Segundo informações do delegado, Elson confessou ter matado o enteado. “Ele quis prestar uma versão totalmente inadmissível, mas é um direito de defesa dele. O réu tem o direito de não falar nada, tem o direito de falar a verdade e tem o direito de mentir. É um direito dele, inclusive, mentir. A versão apresentada por ele é que a arma disparou. Para a arma disparar tem alguém apertar o gatilho. Ele também quis dar uma conotação de legítima defesa, porém, nesse caso, em particular, as testemunhas disseram o contrário”, relatou o delegado.

Dr. Adilson informou que já havia um atrito entre o padrasto e enteado, pois, durante o convívio de 11 anos foram várias agressões praticadas por Elson a sua companheira, mãe do adolescente. “Pedro Henrique, em casa, deu um chute no carro de Elson em uma discussão verbal. Elson, simplesmente, teria descido, segundo as testemunhas, dado um tapa no Pedro Henrique, que caiu no chão, e ao tentar se levantar, Elson efetuou o disparo. Não teria efetuado outros disparos, porque uma das testemunhas teria caído sobre o corpo de Pedro Henrique para evitar novos disparos”, explicou.

O delegado pede para quem tiver alguma informação, entrar em contato com a polícia, que a identidade não será revelada.