Prefeitura começa reforma de Galpão de cereais na feira livre de SAJ

Transformando para avançar, a Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus inicia nesta segunda (11) uma reforma no galpão de cereais na feira livre. A obra é comandada pela secretaria de Agricultura e Abastecimento e tem o objetivo de proporcionar conforto ao público que frequenta o local.

No último sábado (09) a área foi interditada e contou com o apoio de agentes da secretaria municipal de Trânsito e Transportes para o isolamento do espaço. Já ontem, 10, foi iniciada a retirada de peças danificadas que serão substituídas a partir desta segunda, com o início da requalificação. Testeira, laterais e outras peças estragadas que possam provocar acidentes estão entre os itens removidos.

De acordo com a secretária de Agricultura e Abastecimento do município, Gilsonilda Correia, o procedimento é um paliativo para uma reforma maior que deve ser feita futuramente para  transformar a feira livre num cartão postal da cidade.

“Nesse primeiro momento vamos dar condições de trabalho ao feirante, ao comerciante do galpão de cereais. Vamos refazer e recuperar peças e calhas evitando prejuízos de chuvas que causavam alagamento no espaço já que estamos próximos das chuvas de verão. Estamos nos precavendo para que os comerciantes não sejam constrangidos com goteiras e até cachoeiras como já vimos aqui.”, explica Correia.

Ao todo, mais de 50 boxes comerciais integram o galpão e são ocupados por comerciantes que passarão a ter um local seguro e confortável para executar seu trabalho. Outras intervenções já foram realizadas pela PMSAJ na feira, como a reativação de banheiros inativos. As ações de requalificação têm o apoio da Defesa Civil e secretaria de Infraestrutura.

“Agora, temos um banheiro central na feira livre com total atendimento e assistência ao visitante, à pessoa que vem à feira, com pessoas o tempo todo limpando, higienizando, temos pias sendo higienizadas para evitar, por exemplo, a propagação de vírus como o COVID-19, reativamos o banheiro do galpão de farinha que agora conta com uma pessoa lá o tempo todo dando manutenção e também no galpão de confecção. Com isso, garantimos condições sanitárias para que os consumidores e feirantes que frequentam a feira livre tenham a tranquilidade nas suas compras ou nas suas vendas.”, conclui a titular da pasta.

Fonte: Ascom




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *