Natural de SAJ, Pesquisador da UFRB está entre os melhores cientistas da América Latina

Pesquisador da UFRB está entre os melhores cientistas da América Latina

Natural da cidade e Santo Antônio de Jesus, o professor e pesquisador da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Carlos Alfredo Lopes de Carvalho, integra a lista exclusiva de cientistas mais produtivos e influentes reconhecidos pela organização independente AD Scientific, em publicação digital anunciada recentemente.

Figurar na lista “10 mil cientistas top da América Latina” do AD Scientific Index 2021 contribui para elevar o prestígio nacional e internacional da instituição em que o pesquisador está vinculado.

Carlos Alfredo é professor do quadro permanente dos Programas de Pós-Graduação em Ciência Animal (Mestrado) e em Ciências Agrárias (Mestrado e Doutorado) e Líder do Grupo de Pesquisa Insecta, Campus Cruz das Almas.

Ao saber de seu nome no ranking, Carlos Alfredo se disse “surpreso positivamente e feliz pelo resultado”. Para ele, “é sempre bom ter a oportunidade de divulgar o trabalho que a gente faz aqui na Universidade e no Recôncavo”. O pesquisador enfatizou que é importante “lembrar sempre que a gente nunca anda sozinho: tem muita gente envolvida, parceiros, que fazem parte de um grupo” e que “o sucesso de um representa o sucesso do grupo”. O pesquisador é reconhecido por suas pesquisas nos campos: abelhas, polinização, produtos da colônia, apicultura e meliponicultura.

Para o Reitor da UFRB, Fábio Josué, esta conquista merece ser celebrada e difundida: “Ficamos orgulhosos de ver a nossa instituição, a UFRB, figurar na lista do AD Scientific Index 2021! Parabenizo o professor Carlos Alfredo e seu grupo por esta importante conquista, que expressa reconhecimento mundial pela qualidade do trabalho realizado”.

O pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), Maurício Silva, considera a citação do professor Carlos Alfredo no ranking como “muito merecida, pois já conhecemos de muito tempo sua dedicação como docente e pesquisador e o alcance nacional e internacional que seus trabalhos atingem”.

Para Maurício Silva, “além do orgulho para toda a comunidade, a citação adiciona, como consequência, a oportunidade para que a UFRB conste entre as instituições científicas relacionadas, contribuindo, dentre outros, com nosso processo de internacionalização”.

Ao contrário de outros sistemas que fornecem avaliações de periódicos e universidades, o AD Scientific Index mede, por meio da combinação de diferentes índices e bancos de dados, o desempenho de produção dos cientistas e o impacto de seus estudos nos respectivos campos de pesquisa. As informações compiladas para o ranking refletem tanto a performance dos últimos cinco anos quanto a de toda a carreira e compõem lista com os cientistas mais bem posicionados em 11 regiões diferentes do mundo: África, Ásia, Europa, América do Norte, América Latina, Oceania, Liga Árabe, EECA, BRICS, USAN e COMESA.

O AD Scientific Index 2021 fornece, ainda, classificações de instituições com base nas características científicas dos cientistas afiliados. Neste ranking, com a pontuação de Carlos Alfredo, a UFRB empata na 312ª. entre as instituições de ensino superior da América Latina (A UFRB ocupa a 448ª posição, pois as instituições localizadas entre posições 312 e 453, um cientista na lista, estão relacionadas por ordem alfabética dos nomes das Instituições). O ranking da América Latina abrange 443 instituições.

Trinta e um pesquisadores da UFRB têm suas pesquisas indexadas ao sistema que aborda as áreas de Agricultura e Silvicultura, Artes, Design e Arquitetura, Negócios e Gestão, Economia e Econometria, Educação, Engenharia e Tecnologia, História, Filosofia, Teologia, Direito e Estudos Jurídicos, Medicina e Ciências da Saúde, Ciências Naturais, Ciências Sociais e Outras.

Outros reconhecimentos

Em maio de 2021, o grupo de pesquisa Insecta, liderado pelo professor Carlos Alfredo, e o Laboratório de Probióticos (LAPRO) da UFRB trabalharam integrados e foram reconhecidos com 3º lugar na categoria Ideação, Desenvolvimento e Validação e com “Menção Honrosa” no Ciclo 2 do Desafio All 4 Food envolvendo Startups e Grupos de Pesquisa, do Programa All 4 Food”.

All 4 Food, programa multidisciplinar ativo, colaborativo e de governança policêntrica no ecossistema de inovação na área de alimentos e bebidas, congrega pesquisadores e alunos das maiores universidades e centros de pesquisa do país.

AD Scientific Index

O AD Scientific Index combina indicadores como os do h-index, que considera número de citações recebidas pelas publicações, e do i10, que contabiliza os artigos com 10 ou mais citações, tomando como fonte, nesses dois casos, o Google Acadêmico, plataforma amplamente utilizada para pesquisa de literatura acadêmica.

O ranking “AD Scientific Index 2021” (Índice Científico Alper-Doger) é um sistema de classificação que apresenta e analisa a produtividade total e dos últimos cinco anos dos pesquisadores, baseados no desempenho científico e no valor agregado da produtividade científica e no número de citações no Google Acadêmico. Por meio dessa classificação acadêmica, os cientistas e as instituições de ensino podem monitorar, ao longo do tempo, a evolução desse desempenho em todos os campos e assuntos de interesse científico.

Política da UFRB para a pesquisa internacional

Segundo o pró-reitor Maurício Silva, desde 2020 a UFRB vem destinando um auxílio financeiro para os programas de pós-graduação para empenho em atividades estratégicas, como a publicação de trabalhos científicos de alcance internacional. Além disso, “estamos finalizando trâmites internos para contribuir de forma mais focalizada com revisões e traduções de trabalhos científicos”, explicou o pró-reitor.

Maurício Silva salientou, ainda, a importância de que as pesquisas tenham condições adequadas de execução, assim, a partir de um redirecionamento de investimentos, a UFRB “triplicou sua cota institucional de bolsas de iniciação científica, propiciando a contemplação de todos os projetos classificados, muitos com mais de uma bolsa”. Segundo Maurício, a partir da soma entre os esforços institucionais com o empenho de nossa comunidade, teremos outras pesquisadoras e pesquisadores compondo este importante ranking.