SAJ: agentes da prefeitura pedem a saída de Josué da Pipoca da Praça por causa do som; você concorda?

 Josué da Pipoca é retirado da Praça por poluição sonora

 

Quem nunca foi a Praça Padre Mateus para pelo menos saborear aquela pipoquinha quentinha, que é oferecida pelo mais famoso pipoqueiro da cidade, seu Josué?

O icônico Josué da pipoca, que já foi matéria sobre empreendedorismo da Revista Sebrae, foi ‘convidado’ por assim dizer, a se retirar da praça, por, segundo denunciou, agentes da prefeitura que alegaram poluição sonora.

Josué pipoqueiro percorre as ruas de Santo Antônio de Jesus e chama atenção pelo colorido de seu carrinho e pela música, que vai consigo e com sua simpatia por onde passa.

No Programa Levante a Voz, da Andaiá FM, na manhã desta segunda-feira (11), o radialista Léo Valente levantou, mais uma vez, a questão da poluição sonora causada por ‘paredões’, bailes e festas durante a madrugada, importunando às pessoas e idosos, sem que exista informação de nenhum agente público para dar um fim a balburdia.

Josué pipoqueiro, como todo trabalhador brasileiro, tira, de forma alegre e descontraída, o sustento de sua família com a venda de pipocas, profissão que exerce a tanto tempo. Josué já se tornou figura pública da cidade.

E você? Já se sentiu incomodado com a música do carrinho de pipocas do Josué e concorda com a saída da Praça?