SAJ: “Nem sempre é possível prever falhas”, diz gerente da Embasa sobre o rompimento da tubulação

Foto: Divulgação

Na madrugada de hoje (14), uma falha na válvula de controle de pressão da adutora que abastece parte de Santo Antônio de Jesus provocou o rompimento da tubulação e a interrupção do fornecimento de água em diversos bairros da cidade.

Segundo a concessionária responsável pelo serviço, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), a falha ocorreu por volta das 4h da manhã, afetando cerca de 70% da cidade. Equipes técnicas foram acionadas imediatamente para conter o vazamento e realizar os reparos necessários.

Em entrevista ao radialista Leo Valente, a gerente do escritório local da Embasa, em Santo Antônio de Jesus, Karine, explicou que, apesar dos esforços da concessionária, imprevistos como o de hoje podem acontecer, já que o sistema de abastecimento é antigo e possui tubulações com mais de 50 anos.

“Nem sempre é possível prever falhas como essa”, ressalta Karine. “Porém, em casos de manutenções programadas, como em obras na rede, avisamos com antecedência para que os moradores se preparem.”

A gerente da Embasa também destacou a importância do uso de reservatórios em cada residência como forma de minimizar o impacto de interrupções no fornecimento de água. “Um reservatório compatível com o consumo da casa garante que os moradores não fiquem sem água durante longos períodos”, explica.

A Embasa reconhece os transtornos causados pelas obras da prefeitura na rede de drenagem da cidade e afirma que mantém um diálogo constante com o poder municipal para minimizar os impactos no sistema de abastecimento.

“Realizamos diversas reuniões com a prefeitura para identificar as áreas onde passam as adutoras e evitar danos durante as obras”, afirma Karine. “No entanto, imprevistos podem acontecer, principalmente devido ao uso de equipamentos pesados.”



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia