Uso de duas máscaras pode aumentar eficácia contra coronavírus, aponta estudo

Foto : Marc A. Hermann / MTA

Um estudo feito pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) aponta que o uso de uma máscara de tecido sobre uma máscara cirúrgica pode aumentar a proteção contra o coronavírus para 90%. A pesquisa foi divulgada nesta quarta (10).

Segundo a Folha de S. Paulo, os pesquisadores responsáveis pelo estudo afirmam que a máscara bem ajustada ao contorno do rosto previne o vazamento de ar nas bordas da proteção, o que evita a passagem de gotículas de saliva e de aerossóis —gotículas menores de saliva que podem ficar suspensas no ar por mais tempo.

Os cientistas destacam no texto que o estudo tem limitações e seus resultados não devem ser generalizados. Os pesquisadores esclarecem que fizeram os experimentos usando apenas um tipo de máscara cirúrgica e um tipo de máscara de tecido dentre os mais variados disponíveis no mercado.

*M1