Com risco de faltar testes de Covid, Ministério da Saúde nega responsabilidade

Foto: Divulgação/Geovana Albuquerque/Saúde DF

Na última quarta-feira (12), a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed) alertou para o risco de desabastecimento de testes de Covid-19 e recomendou aos laboratórios que apenas pacientes com sintomas graves realizem o exame. Em resposta, o Ministério da Saúde negou ter responsabilidade sobre uma eventual escassez na rede pública.

Em nota, a pasta disse que cabe aos estados e municípios realizar a compra dos testes.

“No entanto, por conta da pandemia da covid-19, a pasta tem apoiado os estados com a disponibilização dos testes. Desde o início da pandemia foram entregues mais de 27,4 milhões de testes do tipo RT-PCR e 38,8 milhões de testes rápidos de antígeno para todo o país”, diz trecho da nota.

Fonte: Metro 1