Três dias após a morte do filho, mãe do piloto de helicóptero de Boechat falece em SP

 

A mãe do piloto do helicóptero que caiu matando o jornalista Ricardo Boechat, Ronaldo Quattrucci, morreu três dias após o acidente. Philomena tinha uma doença terminal e não chegou a saber que seu filho tinha falecido.

“Agora vocês estão juntos olhando por nós aí de cima! Vocês eram inseparáveis e tinham um amor incondicional um pelo outro”, publicou  no Instagram a neta de Philomena, Amanda Martinez. A missa de sétimo dia de Ronaldo e de sua mãe será realizada em conjunto, nesta segunda (18), às 19h30, em São Paulo.

Philomena já tinha perdido outro filho, chamado Rogério, em 1998, que, aos 37 anos, morreu após um acidente aéreo. Ele pilotava um helicóptero quando bateu em um morro paulista.