Padre é preso no Vaticano acusado de pedofilia

Ex-assessor da Nunciatura (embaixada da Santa Sé) em Washington, o monsenhor Carlo Alberto Capella foi preso hoje (7) acusado de consultar imagens de pornografia infantil, divulgou o Vaticano. O religioso foi levado a uma cela do quartel da Gendarmaria.

O sacerdote foi convocado em setembro do ano passado pela Igreja Católica depois de o Departamento de Estado americano notificar as autoridades eclesiais de que ele poderia ter violado as leis de pedofilia dos Estados Unidos.

Segundo o jornal italiano Corriere della Sera, Capella corre o risco de pegar uma pena de um ano a cinco anos de prisão e uma multa de entre 2,5 mil e 50 mil euros (entre R$ 10,3 mil e R$ 206 mil).

 

*Metro1