Marina Silva sinaliza candidatura à presidência em 2018 após condenação de Lula

A ex-senadora Marina Silva vai entrar mais uma vez na corrida presidencial em 2018. Segundo a coluna Painel da Folha de S. Paulo deste domingo (16), em reunião com os líderes da Rede no Congresso logo depois da condenação do ex-presidente Lula, Marina disse que ”há um grande vácuo na política” e afirmou que o partido “precisa apresentar um alternativa aos polos”.

Marina quer ter nos quadros do partidos dois ex-presidentes do Supremo Tribunal Federal: Joaquim Barbosa e Carlos Ayres Britto seriam os nome mais cotados para compor a chapa com ela em 2018, ainda de acordo com o jornal. Já nesta segunda-feira (17), ela deve participar de um encontro com artistas no Rio, organizado pelo ator Marcos Palmeira.

*VN