O fim dos showmícios- quem ganha é o eleitor

Acabaram os showmícios. Começa a era das visitas. Isso torna a campanha mais igual. Porque o que víamos eram festas juninas ou carnavais fora de época. Os candidatos usavam os artistas para atrair e empolgar o povo. Gastavam fortunas com atrações que nunca eram vistas em festas tradicionais da cidade. Tinha candidato que no auge da festa e da empolgação do público com artista prometia trazer a atração de novo caso ganhasse a eleição, era voto garantido dos eleitores que queriam pão e circo. Dizem que o fim dos showmícios beneficia o candidato com menos recursos, mas na verdade beneficia o eleitor que terá menos barulho e mais propostas. Porém as visitas são rápidas e o tempo é pouco diante de tantas casas a visitar e  não permite apresentação de propostas, só há tempo mesmo para aperto de mão e tapinha nas costas, que eleitor sabe que é só por interesse em seu voto.