Privatização deve aumentar valor da passagem Santo Antônio-Salvador

Apesar das condições da BR-324 não oferecerem conforto algum para motoristas e passageiros, as passagens de ônibus intermunicipal aumentaram pela segunda vez este ano. Desde a última quinta-feira, reajuste de 6,5% se soma ao aumento de 9% dado no início do ano. Com a privatização anunciada das BRs 324 e 116, o usuário terá que gastar ainda mais para passar por essas rodovias. Haverá sete praças de cobrança, com valores diferenciados, a depender do veículo. A Associação de Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário (Abemtro) dependerá do poder concedente (Agerba) para decidir se vai repassar o valor para o usuário. “Vamos esperar primeiro os critérios de cobrança, como será a oneração para as empresas”, afirma o diretor da Abemtro, Edmar Ribeiro. De acordo com o estudo realizado para concessão, em cada um dos dois postos que serão instalados na BR-324 (Salvador-Feira de Santana), o valor da tarifa não poderá ultrapassar R 1,70. Na BR-116, que terá cinco postos de cobrança, o valor máximo do pedágio foi estabelecido em R 2,90. Isso para camionete, automóvel e furgão. Carretas e caminhões, por exemplo, dependem do número de eixos.(fonte:Atarde)