Escolas estaduais podem entrar em greve por tempo indeterminado

Os professores das universidades estaduais da Bahia est?o se mobilizando para exigir a reabertura de uma pauta de negocia??es com o Governo do Estado envolvendo quest?es de melhorias salariais e reivindica??es por melhores condi??es de trabalho.? Segundo a professora Nora de C?ssia, da UNEB de Santo Ant?nio de Jesus, o Governo do Estado estaria se negando a voltar a tratar do assunto, fato que tem provocado rea??es dos profissionais.

Ap?s uma s?rie de mobiliza??es e atos p?blicos realizados pelos professores para chamar a aten??o do governo, est? prevista uma paralisa??o definitiva da categoria. Segundo Nora de C?ssia, os sal?rios pagos pelas universidades estaduais n?o s?o animadores para a classe, o que tem levado muitos profissionais a buscarem outras oportunidades no ensino particular. Para a professora, ? necess?rio cobrar responsabilidade para com o ensino p?blico no sentido de cuidar da qualidade do servi?o que ? disponibilizado para a comunidade. A categoria dever? realizar uma assembl?ia no final deste m?s com o prop?sito de discutir sobre a possibilidade de greve por tempo indeterminado.