Limpurb retirou mais de 104 toneladas de óleo nas praias de Salvador em 13 dias

 

Foto: Divulgação

Treze dias após o aparecimento das primeiras manchas de óleo na costa de Salvador, a Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) retirou 104 toneladas e 800 quilos de óleo das praias de Salvador, conforme divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira (23).

A primeira etapa consistiu no recolhimento das grandes manchas. Nesta segunda fase, as equipes da prefeitura estão trabalhando na retirada de fragmentos que ainda estão sob as pedras e na areia das áreas atingidas.

Na manhã desta quarta, o chefe da Casa Civil da prefeitura, Luiz Carreira, e o presidente da Limpurb, Marcus Passos, vistoriaram as praias Pedra do Sal e de Stella Maris para acompanhar os trabalhos de limpeza do poluente.

Nesta etapa de retirada de pequenos fragmentos, está sendo utilizado um trator com peneira. O equipamento faz o processo de extração nas seguintes praias: Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Boca do Rio, Jardim de Alah, Pituba, Amaralina e Barra.

Segundo a gestão municipal, não há registros de chegada de mais óleo na costa soteropolitana desde a última sexta-feira (18). Ao todo, as praias atingidas foram: Ipitanga, Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Placaford, Patamares, Boca do Rio, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Pituba, Amaralina, Ondina, Cristo e Farol da Barra. As mais atingidas foram Pedra do Sal (Itapuã), Stella Maris, Praia do Flamengo (Pipa), Pituba e Amaralina.

O comunicado ainda reforça que não há registros de presença de óleo nas praias do Subúrbio e ilhas de Salvador.

Fonte BN