Mais de 30 presos liberados pela Justiça não retornam de saída temporária na Bahia

Mais de 30 presos liberados pela Justiça não retornam de saída temporária na Bahia

Exatos 32 dos 822 presos que tiveram o benefício da saída temporária em dezembro nas suas diversas comarcas em toda a Bahia ainda não retornaram, conforme dados disponilizados ontem (2) pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap-BA).

De acordo com o superintendente de gestão prisional da Seap-BA, o major da Polícia Militar Júlio César Santos, o prazo para o retorno dos presos se encerra amanhã (3). “Quando este número (de não retorno) deve ser reduzido”, estimou.
Número que representa 4% do total de pessoas presas e que puderam passar em casa com a família neste mês de dezembro, mas que ainda não retornaram. Se não se apresentarem até amanhã, serão considerados foragidos. Quando forem capturados, eles podem regredir para o regime fechado, perdendo o direito ao benefício.
A saída temporária é um benefício concedido pela Justiça, previsto na Lei de Execuções Penais, a presos que cumprem pena no regime semiaberto, apresentam bom comportamento e que já tenham cumprido um sexto da pena quando réus primários ou dois quintos da pena, se forem reincidentes.

*M1