Secretaria de Saúde de Elísio Medrado divulga nota sobre suspeita de Coronavírus que deu entrada no hospital da cidade

Secretaria de Saúde de Elísio Medrado divulga nota sobre suspeita de Coronavírus que deu entrada no hospital da cidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Elísio Medrado informa que foi notificada na manhã deste domingo (15) a respeito do primeiro caso suspeito do COVID-19.

Trata-se de uma paciente de 34 anos, residente no município de Salvador, com histórico de viagem à São Paulo, a qual deu entrada no Hospital Municipal Maria Lapa Bittencourt neste domingo dia 15/03 com sintomas compatíveis com os da infecção pelo novo Coronavírus. Portanto, a equipe classificou o caso como suspeito. A coleta do material para diagnóstico foi realizada e encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), bem como a notificação a Secretaria de Saúde do Estado (SESAB).

A paciente encontra-se estável e foi orientada a permanecer em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução de contato e respiratório. O monitoramento está sendo realizado pela Equipe de Vigilância Epidemiológica do Município.É importante salientar que todas as medidas preventivas estão sendo tomadas conforme protocolo do Ministério da Saúde, até a conclusão do exame laboratorial que irá confirmar ou não a presença do vírus, visando não apenas o acompanhamento do caso, mas, também a promoção da saúde da paciente.

A SMS informa ainda que as unidades de saúde do município estão vigilantes para a notificação, não apenas de casos suspeitos do novo coronavírus, como também de doenças como dengue, chikungunya e zika vírus, dentre outras.

É de suma importância que todos adotem hábitos que evitem a transmissão de doenças gripais, como a causada pelo coronavírus e outras doenças respiratórias.

Evitar o contato próximo (a menos de 2 metros) com pessoas que apresentem sintomas de gripes e resfriados; lavar as mãos frequentemente, especialmente depois do contato com pessoas doentes e antes de se alimentar; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, se não estiver de mãos lavadas; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; manter os ambientes bem ventilados; evitar aglomerações quando estiver doente.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Larissa Barreto destacou que a paciente começou a manifestar os primeiros sintomas no último dia 08. (Reconcavonoar)