Salvador: Prefeito adia 3ª fase de abertura do comércio; Clubes, cinemas e parques continuam fechados

O prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou, na manhã desta quinta-feira (20), o adiamento da terceira fase de reabertura do comércio. De acordo com o gestor municipal, a atitude foi tomada após um consenso entre autoridades de saúde do município e do estado.

“Nós entendemos que é preciso ter mais tempo para ver o impacto da fase 2. Esse adiamento é feito com cautela e o cuidado com a vida das pessoas”, explicou Neto

O adiamento foi anunciado em uma coletiva de imprensa na manhã desta quinta (20), na Associação Comercial da Bahia, no bairro do Comércio.

Estavam previstas para funcionar na fase três de flexibilização no setor econômico parques de diversões e temáticos; clubes sociais, recreativos e esportivos; centros de eventos e de convenções. A reabertura de cinemas e casas de show já estava cogitada para ser adiada. “Dada a preocupação que temos que ter, estamos adiando o inicio da terceira fase. Vamos continuar acompanhando o desempenho semana a semana e, quando pudermos tomar essa decisão, tomaremos”, declarou ACM Neto.

ACM Neto, no entanto, estuda autorizar a reabertura de autoescolas. Consultórios odontológicos e clínicas de estéticas terão horários de atendimento ampliados.

“Até o fim dessa semana, não iremos autorizar a evolução de nenhuma etapa. Estamos conversando com as pessoas dos setores envolvidos. Vamos flexionar os horários dos consultórios odontológicos e clínicas de estética. Acho que auto escolas abrem na segunda feira”, acrescentou o prefeito.

O protocolo traçado conjuntamente entre a prefeitura e o governo do Estado estabelece a necessidade de um intervalo de 14 dias entre as fases de retomada. Além disso, para a fase três, a taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para atender casos graves do novo coronavírus precisa permanecer em até 60% durante cinco dias.

Alta na média móvel de casos

ACM Neto disse que a média móvel dos casos da doença teve uma alta na semana passada, em comparação com a anterior, e que o movimento está sendo investigado. “Houve consenso entre as autoridades de saúde do município e do Estado, dos dois comitês, para não darmos início agora à terceira fase do plano de retomada. Estamos, desde o começo da pandemia, agindo com cautela e prudência. E assim iremos continuar agindo”, explicou.

“Por enquanto, está tudo bem administrado, inclusive a taxa de ocupação dos leitos de UTI. Mas as experiências pelo mundo mostram que a reabertura de atividades sem os devidos cuidados pode trazer riscos altíssimos, e não queremos perder tudo que conquistamos até aqui na luta contra a doença. Não podemos relaxar agora”, disse o prefeito.