Tremor de terra foi sentido por moradores 42 cidades da Bahia; veja lista

Um terremoto de magnitude 4,6 foi registrado nas regiões do Vale do Jiquiriçá e no Recôncavo Baiano, na Bahia, e sentido por moradores de  pelo menos 42 cidades do estado, incluindo a capital, Salvador, na manhã deste domingo (30). A magnitude do abalo sísmico foi calculada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) tem dois  registros de terremotos nas regiões de Amargosa e São Miguel das Matas, com magnitudes de 4,2 e 3,7 respectivamente.De acordo com a Defesa Civil Estadual, a prefeitura de São Miguel das Matas indicou que pelo menos 50 casas da cidade tiveram rachaduras.

Veja a lista das cidades onde moradores relataram terem sentido o abalo segundo registro feito pelo Centro de Simologia da Universidade do Estado de São Paulo. 

  1. Ilhéus
  2. Itabuna
  3. Dário Meira
  4. Itacaré
  5. Aurelino Leal
  6. Jequié
  7. Maracás
  8. Camamu
  9. Piraí do Norte
  10. Gandu
  11. Teolândia
  12. Cravolândia
  13. Jaguaquara
  14. Itiruçu
  15. Presidente Tancredo Neves
  16. Jiquiriçá
  17. Ubaíra
  18. Santa Inês
  19. Mutuípe
  20. Laje
  21. Valença
  22. São Miguel das Matas
  23. Amargosa
  24. Brejões
  25. Santo Antônio de Jesus
  26. Muniz Ferreira
  27. Elisio Medrado
  28. Nazaré
  29. Cruz das Almas
  30. Conceição do Almeida
  31. Itaberaba
  32. Iaçu
  33. Feira de Santana
  34. Salvador
  35. Ipirá
  36. Sapeaçu
  37. Castro Alves
  38. Varzedo
  39. Lauro de Freitas
  40. Capim Grosso
  41. Euclides da Cunha
  42. Dom Macedo Costa

A Bahia inteira foi pega de surpresa na manhã deste domingo (30), após um terremoto atingir várias cidades do estado, inclusive Salvador. Pode até parecer um acontecimento isolado, mas os tremores de terra no estado não “são tão incomuns como se pensa”, pontua o geólogo e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Carlos Uchôa. A maioria, no entanto, é fraca demais para ser percebida.

O geólogo explica que os terremotos são causados pela liberação de energias acumuladas. É como se existissem profundas cicatrizes abaixo da terra que, de tempos em tempos, irradiam para a superfície.

Fonte: Correio